O jovem artista Rui Horta Pereira apresenta ao público, de 2 de junho a 14 de julho, a exposição “Eco”, um conjunto de séries de desenhos na maioria inéditos.

Maioritariamente composta por trabalhos sobre papel, a exposição “Eco” carateriza-se pela preocupação com a limitação de recursos, o que se reflete também na montagem, por não seguir uma sequência de séries ou uma ordem cronológica.

Natural de Évora, o artista Rui Horta Pereira é formado em Escultura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Tem realizado diversas mostras individuais e participado em projetos coletivos, sendo que desde 2000 o seu trabalho se tem centrado nas áreas da escultura e do desenho.

Segundo o Presidente da Fundação Bienal de Arte de Cerveira (FBAC), Fernando Nogueira, esta iniciativa tem como objetivo “consolidar a FBAC como uma instituição atenta e atuante no panorama artístico nacional e internacional atual, dando oportunidade a novos talentos”.

De recordar que a exposição “Eco” conta com o apoio da República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes e é uma das três vencedoras do Concurso “Novos Artistas 2018”, que teve como Comissão Consultiva personalidades de reconhecido mérito na área artística: pela responsável de Curadoria, Gestão de Coleção e Publicações do Maat, Ana Anacleto; pelo curador independente e editor da DARDO, David Barro; e pelo diretor adjunto do Museu de Serralves, João Ribas.

 

Local: Fórum Cultural de Cerveira | Avenida das Comunidades Portuguesas S/N 4920-275, Vila Nova de Cerveira

Horário: terça a sexta-feira: 15h00 às 19h00; sábados e feriados: 10h00 às 13h00; 15h00 às 19h00

X