FBAC apresenta duas candidaturas à Fundação Calouste Gulbenkian

associacao_san_xerome

Grupo de jovens com necessidades especiais em visita à 17ª Bienal de Cerveira, Associação San Xerome (ES)

“Recuperação, Tratamento e Organização do Acervo Documental” e “Pequenos Artistas, Grandes obras”, são os nomes das candidaturas apresentadas pela Fundação Bienal de Arte de Cerveira, F. P. (FBAC) a dois concursos da Fundação Calouste Gulbenkian. Para o vice-presidente da FBAC, Nuno Correia, “este é um trabalho de fundraising indispensável ao desenvolvimento do nosso plano estratégico e de ação”.

O projeto “Recuperação, Tratamento e Organização do Acervo Documental”, cujo orçamento é de 14.600€, possui como objetivo inventariar, tratar e possibilitar o acesso público ao património documental/arquivístico da FBAC. Nas palavras de Cabral Pinto, este acervo “reflete as atividades desenvolvidas ao longo de mais de 35 anos de Bienais de Arte de Cerveira, apresentando-se como um valioso património documental, cuja relevância histórica e cultural é inegável, sendo revelador do panorama artístico português das últimas quatro décadas”. Este património, constituído por documentos textuais e iconográficos (documentos administrativos, fotografias, recortes de imprensa, material de divulgação, esquiços, entre outros), retrata, ainda, as atividades desenvolvidas pelo Museu da Bienal de Cerveira em torno de sua Coleção (exposições, atividades educativas, etc.).

Por sua vez, a candidatura “Pequenos Artistas, Grandes obras”, com um orçamento de cerca de 11.500€, destina-se a apoiar atividades e ações inovadoras que promovam a educação, designadamente no âmbito da intervenção precoce, reabilitação e integração escolar e social de crianças e jovens com necessidades educativas especiais. Este projeto pretende, assim, “estimular a capacidade criativa de alunos com necessidades especiais, através de várias disciplinas das artes e, simultaneamente, agir na formação e sensibilização da comunidade educativa” concluiu o coordenador artístico e de produção.

As decisões de seleção das candidaturas, bem como a aprovação pelo Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian, serão comunicadas num prazo de de três meses.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone
Publicado em Notícias