Fundação Bienal de Cerveira participa na 1ª Mostra 100% Alto Minho | 29 a 31 Maio

 11225120_708644555945603_6446190977605626661_o

O Centro Cultural do Alto Minho, em Viana do Castelo, acolhe a 1ª Mostra 100% Alto Minho, na qual a XVIII Bienal de Cerveira irá ser apresentada ao público no sábado, 30 maio, pelas 17h30. 

Mais de 30 expositores dos dez concelhos do Alto Minho vão mostrar, durante três dias, em Viana do Castelo, “o que de melhor se faz” na região, desde o fumeiro aos doces, aos produtos do mar e ao empreendedorismo. “Esta será a maior promoção do Alto Minho alguma vez feita na região, de forma integrada e em conjunto com todos os municípios”, sublinhou o presidente Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL), Luís Ceia. O responsável falava em conferência de imprensa, realizada na Câmara de Viana do Castelo, para apresentação da primeira mostra temática do género realizada no distrito, intitulada “100% Alto Minho”.
O certame vai decorrer de 29 a 31 de maio, com o objetivo de “dar a conhecer os produtos endógenos, mas também os serviços da região, promovendo as suas potencialidades, enquanto marca prestigiada e de qualidade”.
“Estamos a criar uma marca para ser reconhecida primeiro no Alto Minho mas estamos também a criar uma marca para que seja reconhecida a nível nacional e internacional, com destaque para a vizinha Galiza”, adiantou Luís Ceia.
Além da CEVAL o certame é ainda organizado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), e pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, com o apoio de fundos do Programa Operacional Regional do Norte (ON2).

Além dos expositores, nos mais de mil metros quadrados do Centro Cultural de Viana do Castelo vão estar representados, em oito ‘stands’, os dez municípios do distrito, a marca anfitriã e a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte (ERTPN).
A marca “100 por cento Alto Minho” foi lançada pela CEVAL em 2012, com o apoio da CIM do Alto Minho, e da Comissão de Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN), para valorização dos recursos e potencialidades endógenas da região.
Nesta altura, já inclui mais de uma centena de empresas aderentes, nos setores agroalimentar, artesanato e comércio tradicional.

O evento vai ainda contar com a presença, no primeiro dia, da Expourense, entidade responsável pela feira de exposições de Ourense, constituída por várias entidades da Galiza, com uma delegação composta por representantes institucionais e empresariais, e meios de comunicação da Galiza.
O programa da mostra incluirá também sessões de trabalho, ‘workshops’, e animação garantida por cada um dos dez concelhos da região.

 

Programa

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone
Publicado em Notícias