paredes_de_coura_inauguracao

XVIII Bienal de Cerveira inaugura exposições em Caminha, Paredes de Coura e Tomiño

No passado domingo, 26 julho, a partir das 14h30m, a XVIII Bienal de Cerveira inaugurou as exposições em Caminha (Museu Municipal), Tomiño (Casa de Cultura) e Paredes de Coura (Centro Cultural). No total são 26 obras de arte de artistas nacionais e internacionais.

Segundo o Diretor Artístico da XVIII Bienal de Cerveira, Henrique Silva, “esta Bienal pretende ser uma forma de desenvolvimento económico e cultural do Alto Minho em geral, pelo que a sua expansão se destina a cobrir os concelhos limítrofes, esperando que no futuro, com maior capacidade financeira, se possa alargar a todos os municípios do Minho e Lima”.
A Fundação Bienal de Cerveira possuiu serviço de transporte gratuito (autocarro).

 

Programa das Inaugurações:

14h30 – Fórum Cultural de Cerveira | Autocarro (Av. das Comunidades Portuguesas, 4920-275)
15h15 – Inauguração no Museu Municipal de Caminha (Travessa do Tribunal, 4910-164)
16h30 – Inauguração na Casa de Cultura de Tomiño (Rua Rocha s/n, Espanha)
18h00 – Inauguração no Centro Cultural de Paredes de Coura (Av. Cónego Bernardo Cousal, 4940-520)
19h30 – Regresso ao Fórum Cultural de Cerveira

 

Artistas Representados:

Caminha | Museu Municipal
Esther Pizarro (ES), Jorge Abade (PT)

Tomiño | Casa da Cultura
AAO (RU/MX), Isabel Dores (PT), Isabel Padrão (PT), Henrique do Vale (PT), João Abreu (PT), Paula Branco Pereira (PT)

Paredes de Coura | Centro Cultural
Alina d’Alva (BR), Assunção Melo (PT), Dantas.Satnad (PT), Deolinda Aguiar (BR), Joana Rêgo (PT), Luana Diana Matei (RO), Melania Freire (ES), Román Corbato (ES), Tiago Taron (PT)

 

X